quarta-feira, 16 de março de 2011 by Pamella Medeiros
Não havíamos marcado hora, não havíamos marcado lugar.
E, na infinita possibilidade de lugares, na infinita possibilidade de tempos,
nossos tempos e nossos lugares coincidiram. E deu-se o encontro.


Rubem Alves
Posted in | 1 Comment »

1 comentários:

Poemas e Amizades disse...

Tantas vezes, marcamos a hora! Tantas vezes, cercamos o lugar! Tantas vezes, fazemos de tudo para algo acontecer! Tantas e tantas vezes! Não é justo que essa pessoa que aparece sem hora e sem lugar marcados chegue e faça convergir nossos melhores sonhos para si... Bem, mas para sermos justos, também não é justo que façamos todos os sonhos dela convergirem para nós!
Quando vemos, estamos amando! Só havia uma ínfima possibilidade do encontro, ele aconteceu, e agora estamos amando...
Como diz uma grande poetisa, que se aventurar a explicar isso, e a dizer que sabe porque e como isso acontece, está mentindo!
Um beijo carinhoso, Pam.
Lello

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.