quarta-feira, 16 de março de 2011 by Pamella Medeiros
Então uma voz que eu não ouvia há muito tempo, tanto tempo que quase não a reconheci
(mas como poderia esquecê-la?), uma voz amorosa falou meu nome,
uma voz quente repetiu que sentia uma saudade enorme, uma falta insuportável, e que queria voltar,
pediu, para irmos às ilhas gregas como tínhamos combinado naquela noite.
Se podia voltar, insistiu, para sermos felizes juntos.
Eu disse que sim, claro que sim, muitas vezes que sim,
e aquela voz repetiu e repetia que me queria desta vez ainda mais,
de um jeito melhor e para sempre agora.


Caio F. Abreu

Posted in | 1 Comment »

1 comentários:

Helio Tadeu Moscatelli disse...

Oi! Adorei seu Blog e gostaria de lhe pedir pra ver o meu também quando tiver um tempinho. Vou desenvolver selos também e o primeiro vou oferecer para blogs super femininos como o seu, corre e dê uma olhadinha?

meu blog:
http://desenhadinho.blogspot.com

pegue o selinho aqui:
http://desenhadinho.blogspot.com/p/selos.html

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.